Recondução de prefeito acontece em meio a aglomerações e colapso no sistema de saúde

Por Giro das Cidades em 02/06/2021 às 23:46:07

No dia em que o Governo do Estado anuncia medidas mais restritivas para Arcoverde e região devido o crescimento dos casos de Covid-19 e a superlotação do sistema de saúde, a Câmara de Vereadores de Arcoverde leva dezenas de pessoas à se aglomerarem para promover uma solenidade de passagem de poder, entre o prefeito interino, Wevertton Siqueira (PSB), e o prefeito Wellington Maciel (MDB), que teve agravo favorável à sua volta à Prefeitura de Arcoverde.

Segundo informações de profissionais de saúde que atuam nas unidades de Arcoverde, o município não tem hoje leitos disponíveis para quem adoecer da Covid-19. Segundo eles, a UPA Dia, onde funciona o Hospital de Campanha está no limite. Os 20 leitos com pontos de oxigênio estão ocupados. As UTI do Hospital Regional e do Hospital Memorial Arcoverde também estão 100% ocupadas. Enfermarias lotadas e no hospital regional até gente em cadeiras de rodas estariam à espera de leitos.

Segundo as fontes, quem adoecer esses dias e precisar de atendimento e internamento hospitalar corre o sério risco de não ter nenhum leito disponível. Informações dão conta de novos óbitos foram registrados hoje devido a Covid-19 em Arcoverde.

Indiferente a situação crítica do sistema de saúde do município, vereadores promovem evento presencial, com direito a público externo, em pleno auge da pandemia do novo Coronavírus. Pelas medidas anunciadas pelo Governo do Estado, Arcoverde passa a adotar restrições no funcionamento do comércio não essencial aos finais de semana.

Comunicar erro

Comentários