CRO interdita consultórios odontológicos da Prefeitura da Pedra

Por Giro das Cidades em 23/06/2021 às 12:15:47

O prefeito da Pedra, Junior Vaz (Avante) começou a semana de São João com uma baita dor de dente administrativa e com prazo pra resolver. O motivo foi a interdição de duas unidades de saúde por falta de condições técnica e estruturais para o trabalho dos odontologistas.

Fiscais do Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE) interditaram na última segunda-feira (21), dois consultórios odontológicos no município da Pedra, no Agreste pernambucano. As Unidades Básicas de Saúde (UBS), José Campelo Salviano e a Antônio de Melo Cavalcanti não cumpriam as normas éticas do Conselho para funcionamento e bom atendimento aos pacientes.

Entre os problemas identificados pela equipe de fiscalização do CRO-PE, estão mofo, infiltrações, falta de instalação hidráulica, instrumentos mal acondicionados e equipamentos quebrados foram encontrados no local que não oferecia segurança e higiene para atendimento.

"As referidas unidades, de responsabilidade da Prefeitura da Pedra, não ofereciam as mínimas condições de trabalho para o cirurgião-dentista, a prefeitura foi comunicada, oficialmente, sobre os problemas e deverá tomar as providências cabíveis e fazer adequações solicitadas dentro dos prazos estabelecidos. Nossa fiscalização é educativa, visando a dignidade dos profissionais e a qualidade de atendimento dos pacientes", concluiu o chefe do setor de Fiscalização, João Godoy.

Comunicar erro

Comentários