Zirleide cobra mais transparência do Governo e faz balanço de mandato em entrevista

Por Giro das Cidades em 19/07/2021 às 11:39:03

Durante cerca de 45 minutos em entrevista à rádio Agnus Dei FM, a vereadora da oposição, Zirleide Monteiro (PTB), fez um balanço de seu primeiro e início de segundo mandato na Câmara Municipal de Arcoverde, quando foi reeleita com 1.856 votos, sendo a segunda mais votada no pleito de 2020. Na entrevista, ela também cobrou mais transparência e ação do governo e citou o atraso dos salários da saúde que foram resolvidos um dia após cobrar nas redes sociais.

A parlamentar trabalhista fez um balanço positivo de seu mandato, citando várias ações desenvolvidas, a exemplo dos cursos de qualificação que beneficiaram mais de 300 pessoas em cinco associações de moradores, a conquista de um trator de arado junto ao então deputado federal Zeca Cavalcanti para os agricultores de Serra das Varas e projetos de leis que beneficiam pessoas como os autistas, garantindo prioridade a esse público. Outro projeto já aprovado agora no segundo mandato foi o da Internet para Todos, que pretende levar o acesso a rede mundial de computadores nas praças do município.

Na entrevista, a vereadora Zirleide Monteiro também fez cobranças ao governo municipal e citou a questão dos salários atrasados dos prestadores de serviços da Saúde, que há 15 dias estavam sem receber.

"Foi só a rádio anunciar nossa entrevista e postarmos a cobrança nas redes sociais, para o município correr e pagar a esses profissionais. Alegava a falta de uma senha e que somente segunda-feira (19) iam poder fazer, mas ontem (quinta), fizeram o pagamento graças a Deus", afirmou.

Ao ser questionada sobre a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2023/2024, Zirleide Monteiro afirmou ter sido tudo dentro da lei e "Siqueirinha era o candidato natural, pois demostrou um trabalho eficiente e de forma transparente". Ela também criticou o prefeito Wellington Maciel (MDB) por ter interferido na eleição da Câmara, lembrando ser isso irregular, e questionou a negociação realizada para tentar fazer o líder do governo, Luciano Pacheco, o novo presidente da Casa James Pacheco.

"Havia uma negociação, é tanto que teve um vereador que deixou isso muito explicito: tanto negociação financeira, como eu acho que cabe a justiça entrar naquela casa, que cabe uma investigação. Houve acordos de cargos, não sei se de dinheiro, mas acordo de cargos foi claro que houve. É tanto que mostrei que nem no primeiro biênio, como no segundo, houve acordo nenhum comigo. Votei como tinha que votar", afirmou.

Sobre a possibilidade de novas eleições, Zirleide Monteiro lembrou que o assunto ainda não foi encerrado e que o Tribunal Superior Eleitoral – TSE, ainda vai julgar o caso no pleno, mas defendeu uma solução rápida para que Arcoverde tenha um rumo.

"Arcoverde precisa de uma resposta da justiça para que ela seja levada adiante. Estamos num impasse se vai haver nova eleição, se não vai haver, e só o tempo da justiça para responder tudo isso. Eu espero que seja logo para que Arcoverde tenha uma direção e um rumo, porque ela está totalmente desgovernada diante de tantos problemas. A falta de gestão tem prejudicado muito a população de Arcoverde, principalmente os bairros mais pobres, onde diante de uma pandemia a assistência do governo tem sido muito precária", afirmou.

Zirleide ainda criticou a questão do Shopping Center que nunca saiu do papel e isentou a empresa com 10 anos de isenção de impostos, a falta de medicamentos em postos de saúde, a questão dos postos veterinários que estão sendo fechados, a falta de transparência do governo e finalizou que seu mandato seguira ao lado do povo

"Nosso trabalho é voltado em busca da melhoria da qualidade de vida do povo e nossas luas serão sempre em busca de resolver os problemas, atender as necessidades, de estar ao lado deles. Precisamos pensar Arcoverde de uma forma que seja boa para todo mundo, que as pessoas sofram menos, que tenham mais assistência, que sejam mais transparente e, dessa forma, nós sabemos que Arcoverde vai crescer, gerando mais empregos, melhorando a infraestrutura, melhorar a saúde, mas de uma forma muito clara", concluiu.

Comunicar erro

Comentários