Juiz Eleitoral cassa Diplomas de Prefeito e Vice-prefeita de Águas Belas

Por Giro das Cidades em 18/09/2021 às 01:31:41

O Prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT), voltou a ter problemas com a Justiça. É que o Juiz Eleitoral da 64ª Zona Eleitoral de Pernambuco, Sr. Rômulo Macêdo Bastos, rejeitou as prestações de contas de campanha do Prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT) e de sua vice, Eniale de Codinho (PSD), através de representação especial do Ministério Público.

Como cabe recurso, caso a decisão do Magistrado seja mantida em instância superior, além de perder os mandatos, o Prefeito e vice-prefeita de Águas Belas ficarão inelegíveis por oito anos. Luiz Aroldo é acusado de abuso do poder político e econômico nas eleições do ano passado.

"Julgo procedente a presente representação especial (…); para cassar os diplomas concedidos a Luiz Aroldo Rezende de Lima e Eniale Bezerra Jonatas Tenório Ferro, relativo às eleições municipais de 2020, aos cargos de prefeito e vice-prefeito, respectivamente, bem como, com fundamento no art. 1º, I, "j", da Lei Complementar nº 64/90, aplicar ao representados o efeito secundário da inelegibilidade para a eleição de 2020, bem como para aquelas que se realizarem nos 8 (oito) anos subsequentes a este pleito", sentenciou o Juiz Rômulo Macêdo Bastos, em decisão deferida nessa segunda-feira, dia 13.

Comunicar erro

Comentários